Bitcoin registra segundo pior desempenho trimestral desde o início

Foram três meses brutais para os investidores. A criptomoeda perdeu mais de 56% em valor no segundo trimestre de 2022.

O Bitcoin (BTC) registrou sua maior perda trimestral em 11 anos, já que o preço da principal criptomoeda caiu 56,27% entre abril e junho, de acordo com dados da análise de blockchain Skew. É o pior desempenho trimestral desde o terceiro trimestre de 2011, quando o Bitcoin caiu 66,62%, de US$ 15,40 para US$ 5,14, o que também supera as quedas drásticas de preços do primeiro e quarto trimestres de 2018, quando o BTC perdeu 49,89% e 42,54%, respectivamente.

Após os primeiros três meses de 2022 relativamente calmos em que o Bitcoin caiu apenas 1,46%, a criptomoeda de referência despencou de US$ 45.000 no início de abril para níveis abaixo de US$ 20.000 em 30 de junho, caindo abaixo de US$ 18.000. O Bitcoin estava sendo negociado a US$ 19.594 até o momento, um aumento de 1,89% nas últimas 24 horas, de acordo com o CoinMarketCap.

O último colapso do mercado aconteceu em meio a uma cascata de eventos dramáticos, como o colapso do ecossistema Terra, em maio, e a crise de liquidez enfrentada por algumas empresas de empréstimo de criptomoedas e fundos de hedge, incluindo Celsius e Three Arrows Capital (3AC). Como a capitalização de mercado cumulativa de todas as criptomoedas caiu abaixo de US$ 1 trilhão em junho, muitas empresas estabelecidas também anunciaram redução do número de funcionários ou diminuição das operações. Entre elas estão as exchanges de criptomoedas Coinbase, Gemini, Crypto.com e Bitso, credora de criptomoedas BlockFi, bem como a principal corretora de criptomoedas europeia Bitpanda.

Ações se juntam ao Bitcoin em queda

As tensões geopolíticas, a crescente incerteza nos mercados financeiros globais e a mudança do Federal Reserve para aumentar as taxas de juros em 0,75%, o maior aumento em 28 anos, também adicionaram mais pressão aos mercados de ações tradicionais. No encerramento de quinta-feira, 30, Nasdaq Composite caiu mais de 30% desde o início do ano, S&P 500 caiu 21%, enquanto Dow Jones Industrial Average caiu 15,88% no período.

No entanto, nem tudo é desgraça e tristeza no espaço cripto, pois alguns jogadores importantes, incluindo as exchanges de criptomoedas Binance, FTX e Kraken, confirmaram seus planos de contratar novos talentos. Outros, como Michael Saylor, da MicroStrategy, e o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, aproveitaram a oportunidade para comprar na queda, adicionando mais Bitcoin às suas reservas.

No início desta semana, a MicroStrategy disse que comprou 480 Bitcoins adicionais por aproximadamente US$ 10 milhões a um preço médio de US$ 20.817 por moeda, enquanto El Salvador anunciou hoje que o país comprou 80 Bitcoins a US$ 19.000 por moeda.

Fonte: DeCrypt

Este artigo é fornecido apenas para fins informativos. Não é oferecido ou destinado a ser usado como aconselhamento jurídico, fiscal, de investimento, financeiro ou outro.

Informações em tempo real

Receba informações sobre criptomoedas, blockchain, NFT e muito mais através do nosso portal de notícias exclusivo, para você sair na frente e executar ações inteligentes e lucrativas.

Últimas postagens

- Advertisement - spot_img

Notícias relacionadas...